Como evitar problemas na obra?

A pergunta que não querer calar, como evitar problemas na obra? 

Todos os dias buscamos melhorar cada vez mais, deixando os clientes ainda mais felizes com nossos serviços. 

Mas para isso, precisamos estar sempre atentos aos detalhes. Eles fazem toda a diferença. Temos que ficar ligados em tudo, e um dos pontos onde os clientes ficam sempre de olho é na organização da obra. 

Por isso, preparamos algumas dicas que com certeza vão te ajudar a se destacar dos outros profissionais, superar as expectativas dos clientes e evitar problemas na obra.

 

1- Organização das ferramentas

 

via GIPHY

 

As ferramentas para um profissional da construção civil são como membros da equipe. Sem elas podemos levar o dobro de tempo para fazer um determinado serviço. Sem falar na questão da qualidade, que pode não ficar como o esperado. Por isso, manter elas sempre organizadas é indispensável. A organização das ferramentas no canteiro de obras vai muito além de não deixar elas jogadas. É preciso ter um lugar específico para guarda suas ferramentas, pois geralmente você não trabalha sozinho. Então é  importante que cada ferramenta depois de ser usada, seja guardada em um lugar onde todos da equipe saibam. Para que na hora que alguém da equipe precise, não perca tempo procurando ou até mesmo que a ferramenta acabe se perdendo e seja necessário fazer um novo investimento. 

As caixas de plástico são uma boa sugestão. São fáceis de lavar, resistentes e para o transporte também são muito práticas.

 

2- Limpeza das ferramentas

 

via GIPHY

 

Manter as ferramentas organizadas não é o único cuidado que precisamos ter com as nossas ferramentas. É preciso mantê las limpas! Isso vai fazer com elas durem mais, e além disso, que elas se mantenham precisas. Ninguém quer ferramentas que causem retrabalho e perda de tempo por estarem tortas, quebradas ou desalinhadas. 

Para as ferramentas de aço, uma boa dica é sempre lavar elas no final do dia ou quando terminar de usar, e passar óleo desengripante. Isso irá proteger as ferramentas contra a corrosão. Sem falar que nas máquinas de corte de revestimento, garante que as guias não sofram um desgaste (o pó da obra quando gruda nas guias, acaba acelerando o desgaste durante o uso, e as máquinas perdem precisão).

 

3- Limpeza no final do dia

 

 

O dia de trabalho só acaba depois de uma “geral” na obra! 

Geralmente o cliente não acompanha a obra durante o dia. Mas a noite quando ele chega do trabalho, com certeza ele dá uma olhada para saber como está o andamento da obra. Ver sujeira ou bagunça não é algo que vai agradar o cliente. Então, antes de ir pra casa, para um bom e merecido descanso, guarde todas as ferramentas e limpe a sujeira. Tenha suas ferramentas de limpeza, vassoura, pazinha para recolher a sujeira, panos, bloco de espuma e por ai vai… Ser um profissional preparado faz toda a diferença.

E nunca se esqueça: antes de entregar a obra, limpe tudo! Isso com certeza fará os olhos do cliente brilhar, e assim ele fará boas recomendações do seu trabalho.

 

4- Equipamentos de Segurança – EPI

 

 

Sua saúde é sua maior riqueza, então preserve o seu bem estar. Use sempre os equipamentos de segurança (EPI). Eles garantem segurança e evitam acidentes de trabalho, vamos listar alguns dos principais EPIs:

  • Capacete: O uso do capacete é muito importante, ele faz a proteção contra impactos na cabeça, protege contra choques elétricos e para trabalhos externos, protege contra os raios solares também. Só que o uso do capacete e dos demais EPIs, não são de uso exclusivo dos profissionais que estão trabalhando nas áreas de risco, mas para os visitantes que entrarem nas áreas de risco também;

 

  • Protetor auricular: Não utilizar protetor auricular, pode gerar vários problemas como: aumento do estresse, perda momentânea da audição e muitos outros. O protetor auricular mais comum é o tipo plug, também conhecidos como “cenourinha”, esse modelo é indicado para profissionais que estejam expostos a ruídos com uma intensidade média, eles irão abafar o barulho e te proteger dos problemas citados acima;

 

  • Protetor auricular em forma de concha: ele tem o mesmo tipo de proteção, mas é utilizado por profissionais que ficam expostos a barulhos com uma intensidade mais alta superiores ao estabelecido na NR 15, e sujeitos à sujeira, por exemplo: operar a betoneira, além do barulho gera bastante sujeira;

 

  • Calçado de segurança: queda de objetos podem machucar os seus pés, sem falar em pontas de ferramentas e pregos. Os sapatões te protegem disso. Existem vários tipos de sapatão com biqueira de aço, de PVC, com palmilha de aço, antes de comprar, converse com o vendedor, explique quais atividades você exerce,  para escolher a melhor opção;

 

  • Luvas: Porcelanatos, serrotes entre outros objetos da obra, podem machucar as mãos. Por isso, utilizar as luvas é sempre recomendado. Porém fique atento, existem vários tipos de luvas, quando for comprar a sua, peça ajuda ao vendedor, explique quais atividades você exerce. Utilizar o modelo errado de luva, é como se você não estivesse usando;

 

  • Óculos: Os óculos, vão te proteger da poeira, cimento, areia, protegem também contra produtos líquidos, como impermeabilizantes líquidos ou algum produto químico de limpeza. Nas reformas e demolições, a chance de uma sujeira vir no seu olho é muito grande, e uma pequena sujeirinha pode se tornar um problemão;

 

  • Joelheira: Só quem passa o dia de joelhos assentando revestimentos sabe a dor que sente no final do dia. Por isso, é preciso ter uma proteção adequada e cuidar muito bem dos seus joelhos. Antes de comprar sua joelheira fique atento, além de te oferecer proteção, ela precisa ser confortável também. 

 

 5- Proteção de móveis e revestimentos

 

 

Fazer reformas é um serviço bem comum e alguns cuidados são necessários, por exemplo: a proteção de móveis e revestimentos que não serão trocados. 

Cair uma ferramenta, virar um balde de tinta, passar com o carrinho de mão, sapatão com sujeira de baixo, isso tudo pode estragar o revestimento já assentado ou os movéis. E isso gera um grande estresse com o cliente. Por isso é indispensável o uso de mantas para proteção nesses locais. Alguns modelos servem para a proteção dos revestimentos e dos móveis também. Então não se esqueça, proteja tudo e evite prejuízos futuros.  

 

Mesmo em serviços que não sejam reforma, é importante a proteção. Depois de você, outros profissionais podem fazer algum trabalho na obra e o revestimento que você assentou pode ser danificado. 

E aquele velho ditado, “melhor prevenir do que remediar”. Faz muito sentido na construção civil se prevenir de futuros problemas. Isso pode garantir bons frutos como: a recomendação do seu serviço, evitar conflitos com os clientes, e o melhor, ter a certeza que seu trabalho foi feito da melhor forma possível.

Juntos vamos construir um mundo melhor todos os dias! 🌎💙🧡

Se você toma mais algum cuidado além desses que falamos, conta pra gente, estamos ansiosos para saber!

Write a Reply or Comment

um × um =